Engenharia Física ?

O Curso de Engenharia Física da UFSCar

Grupos de Conhecimentos 

Grade Curricular

Informações    Acadêmicas

Algumas Publicações sobre o Curso de Engenharia Física da UFSCar

Alunos que estão cursando Engenharia Física

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DESCRIÇÃO DOS GRUPOS DE CONHECIMENTOS, HABILIDADES, ATITUDES E VALORES ÉTICOS E ESTÉTICOS, FUNDAMENTAIS À FORMAÇÃO DO PROFISSIONAL

Os grupos de conhecimentos sugeridos para a formação do futuro Engenheiro Físico são bastante similares aos grupos de conhecimentos para a formação do Engenheiro que atualmente está sendo formado no Brasil, com a diferença de que o Engenheiro Físico terá uma forte base nas ciências matemáticas e físicas, o que o capacitará para os desafios que o mundo moderno está solicitando do profissional, uma vez que muitos dos problemas a serem resolvidos ainda não surgiram, o que exigirá do futuro profissional uma capacidade muito grande para resolver problemas novos utilizando esta sua formação básica. O curso de Engenharia Física levará em conta a formação, não somente como empreendedor em assuntos relacionados especificamente com a sua área de atuação profissional, mas também a sua participação na sociedade, mostrando que a sua função não se resume apenas a valores econômicos, mas que ela deverá contemplar a formação humanista e a sua atitude frente a sociedade e ao meio ambiente.

Essa formação será adquirida pelo estudante através dos seguintes grupos de conhecimentos associados ao Curso de Engenharia Física:

. Grupo de Formação Geral

. Grupo de Formação Aplicada

. Grupo de Formação Tecnológica

. Grupo de Formação em Administração e Informação

. Grupo de Formação Humanista
 
 
SELEÇÃO DOS CONTEÚDOS CORRESPONDENTES A CADA GRUPO

. Grupo de Formação Geral

Os conteúdos oferecidos neste grupo para o novo Curso, fornecerão ao aluno o aprendizado dos conceitos fundamentais de matemática, física, química e computação. Este forte conteúdo nessas áreas, principalmente nas duas primeiras, constitui uma das características mais importantes do Engenheiro Físico, que lhe fornecerão as ferramentas necessárias para implementar a ação de aprender a aprender.

Os subgrupos deste grupo são:

(1) Física Clássica

(2) Física Moderna

(3) Química

(4) Computação e Eletrônica

(5) Matemática
 
 Estes conteúdos de Física Clássica relacionados a formação geral do Engenheiro Físico, visam dar ao aluno o aprendizado dos conceitos fundamentais que constituem a base de todas as engenharias necessários para a sua atuação profissional. É função deste subgrupo proporcionar o aprendizado teórico e experimental em Mecânica, Termodinâmica, Eletricidade, Magnetismo e Ótica.

Os conteúdos de Física Moderna relacionados a formação geral do Engenheiro Físico, darão ao aluno o aprendizado dos conceitos fundamentais que constituem a base das engenharias com alto conteúdo tecnológico moderno, necessários para a sua atuação profissional. É função deste subgrupo proporcionar o aprendizado teórico e experimental em Mecânica Quântica, Mecânica Estatística, Eletromagnetismo e Ótica.

Os conteúdos relacionados com Química, necessários para o profissional proposto, vão capacitá-lo para trabalhar na interface física/química/tecnologia dando assim ao aluno o aprendizado dos conceitos básicos de forma a habilitá-lo na compreensão e o domínio dos conceitos tecnológicos e aplicados que envolve o uso de técnicas de análise química em geral.

Os conteúdos abordados no subgrupo de Computação, visam dar ao aluno o aprendizado dos conceitos básicos de eletrônica digital e analógica, assim como o conhecimento de ferramentas de controle essenciais para a sua atuação profissional intensamente envolvida com tecnologia avançada, desenvolvendo assim a habilidade para implementar e compreender o funcionamento de equipamentos modernos. O conteúdo de Eletrônica (analógica e digital) vem ao encontro de uma das áreas de maior desenvolvimento em qualquer ramo da ciência aplicada e das engenharias. O objetivo deste subgrupo é fornecer ao aluno os conceitos básicos necessários de eletrônica analógica e digital, que permitam a compreensão, desenvolvimento, e melhor utilização e aproveitamento dos equipamentos dos quais ele fará uso durante a vida profissional. Estes equipamentos vão desde computadores e processos por eles controlados, até instrumentos de medição e aferição, cujo domínio é hoje considerado imprescindível para qualquer área da engenharia e ciências aplicadas.

Finalmente, os conteúdos abordados no subgrupo de Matemática dará o apoio essencial aos conteúdos abordados anteriormente, assim como aos grupos que descreveremos a seguir. Para isso o aluno será intensamente formado no aprendizado dos conceitos básicos de matemática, necessários para a sua atuação profissional, onde se propiciará a compreensão e o domínio dos conceitos e das técnicas de cálculo em geral (diferencial, integral, etc.), e se buscará desenvolver a habilidade de implementação desses conceitos e técnicas para a solução de problemas através de modelamentos matemáticos mais adequados.

  . Grupo de Formação Aplicada

Os conteúdos oferecidos neste grupo para o novo Curso visam formar o aluno a aplicar os conceitos adquiridos ao longo de todo o curso de Engenharia Física. Isto será alcançado através de intensa experiência em laboratórios de ensino e contato direto com os vários grupos de pesquisa, não somente do Departamento de Física, mas da UFSCar que venham de alguma maneira participar das atividades do Curso. Isto será alcançado através de pelo menos, duas oportunidades: a realização de trabalho de Iniciação Científica (o que já é altamente incentivado no DF) e das atividades da disciplina Desenvolvimento de Projeto 1.

Os subgrupos deste grupo são:

(1) Fenômenos de Transporte de Quantidade de Movimento, de Calor e de Massa

(2) Preparação e Propriedades de Materiais

(3) Caracterização de Materiais
 
 O conteúdo do subgrupo de Fenômenos de Transporte de Quantidade de Movimento, de Calor e de Massa, constitui o primeiro contato do aluno com o ambiente de engenharia. Nesta etapa, o aluno deverá tomar contato com tarefas típicas deste tipo de profissional, cuja tarefa em geral, é complexa e delicada, já que direta ou indiretamente, ele é chamado a resolver os vários problemas que afligem a humanidade, como todos aqueles relacionados com a produção, transmissão e conservação da energia, produção e conservação de alimentos, obtenção de água potável, técnicas de combate à poluição, etc. Estes problemas envolvem sempre o cálculo de perdas de carga, de forças de arrastamento, de trocas de calor, e de trocas de substâncias entre fases. Daí a importância de dar aos alunos do curso de Engenharia Física o conhecimento global das leis dos fenômenos de transporte.

A tecnologia atual requer métodos de preparação de materiais avançados e sofisticados diretamente associados com as suas propriedades, pelo que a inclusão do conteúdo do subgrupo Preparação e Propriedades de Materiais é essencial para a formação do Engenheiro Físico. Assim, esse conteúdo tem como objetivo dar as noções básicas dos fenômenos físicos envolvidos nas transformações de fase e a sua representação através de diagramas de equilíbrio, assim como dos fenômenos físicos e químicos envolvidos na síntese e processamento de materiais sólidos. Neste sentido, este subgrupo dará os fundamentos dos mais modernos métodos de síntese e processamento de sólidos, utilizados em alta tecnologia.

Entretanto, a preparação e as propriedades de materiais devem estar diretamente vinculadas com a sua caracterização. Dessa maneira, o subgrupo Caracterização de Materiais é indissociável dos subgrupos anteriores. Neste caso, o conteúdo deste subgrupo pretende dar ao aluno de Engenharia Física as noções básicas dos fenômenos físicos envolvidos nas técnicas de análise estrutural que usam os princípios da difração e da espectroscopia, os quais constituem instrumentos de caracterização estrutural de alto conteúdo tecnológico, necessários hoje em praticamente qualquer empresa ou instituição direcionada para as áreas de desenvolvimento e controle de qualidade.

 . Grupo de Formação Tecnológica

Os conteúdos oferecidos neste grupo para o novo Curso, fornecerão ao aluno o aprendizado dos conceitos fundamentais necessários para a sua atuação profissional, propiciando a compreensão e o domínio dos conceitos e das técnicas envolvidas em física e engenharia do estado sólido em geral (semicondutores, supercondutores, materiais magnéticos, ferroelétricos, etc.), instrumentação e desenvolvimento de projetos utilizando tecnologia e procedimentos atuais.

  . Grupo de Formação em Administração e Informação

Os conteúdos oferecidos neste grupo para o novo Curso, fornecerão ao aluno o aprendizado dos conceitos fundamentais relacionados com a racionalização do trabalho e com a adequação da mão-de-obra à tecnologia disponível e/ou que venha ser introduzida no país, abordando problemas ligados ao gerenciamento da produção. O conteúdo deste grupo também dará ao aluno de Engenheira Física formação em ciências da informação,a qual lhe permitirá complementar a sua formação em engenharia outorgando-lhe competência para acompanhar e implementar as mudanças das tecnologias de informação; gerenciar unidades de informação, além de identificar e elaborar estratégias que atendam às necessidades e usos da informação nas áreas sociais, educacionais, tecnológicas e empresariais.

  . Grupo de Formação Humanista

Os conteúdos oferecidos neste grupo visam dar ao aluno a familiarização com conceitos básicos que permitam uma formação integral, de modo que se estabeleça uma sintonização com a dinâmica contemporânea. Assim, o aluno será criativo, adaptável e flexível e não apenas tecnicamente apto, já que terá em sua grade disciplinas que permitam a recuperação dos valores éticos, estéticos e humanísticos fundamentais para a formação de todo profissional. Esta formação humanista deve necessariamente incluir conteúdos na área de ecologia e recursos naturais, formando profissionais conscientes da sua função e responsáveis perante a sociedade. Deste modo, os conteúdos deste grupo visam também dar ao aluno o contato direto com os problemas acarretados para o meio ambiente a partir do uso indiscriminado e sem controle da tecnologia, além de apontar os mecanismos e/ou procedimentos para seu uso racional respeitando o ecossistema.
 
  DISCIPLINAS RELACIONADAS A ESSES GRUPOS
 

. Grupos de Formação Geral
 

(1) Física Clássica

- Física Experimental A
- Física Experimental B
- Física Experimental C
- Física Experimental D
- Mecânica Clássica 1
- Eletromagnetismo 1
- Eletromagnetismo 2
- Física Matemática 1
- Física Matemática 2
- Termodinâmica
- História da Física
- Física A
- Física B
- Física C
- Física D
2) Física Moderna - Física Moderna Experimental 1
- Física Moderna 1
- Mecânica Quântica 1
- Estado Sólido 1
- Mecânica Estatística 1
- Estado Sólido Experimental
(3) Química - Química Tecnológica
- Engenharia Eletroquímica
- Cinética Química
- Química Analítica Experimental A
(4) Computação e Eletrônica (software/hardware) - Eletrônica 1
- Lógica Digital e Laboratórioa de Lógica Digital 
- Microprocessadores e Microcontroladores
- Circuitos e máquinas elétricas
- Controle e Servomecanismos
- Laboratório de Servomecanismos
- Física Computacional 1
- Física Computacional 2
- Interfaceamento de Equipamentos
(5) Matemática/Estatística - Cálculo Diferencial e Integral 1
- Cálculo Diferencial e Séries
- Cálculo Diferencial e Integral 3
- Álgebra Linear 1
- Geometria Analítica
- Equações Diferenciais e Aplicações
- Métodos Numéricos Avançados
- Estatística Básica
. Grupo de Formação Aplicada

Os subgrupos deste grupo são:

(1) Fenômenos de Transporte de Quantidade de Movimento, de Calor e de Massa

- Fenômenos de Transporte 4
- Fenômenos de Transporte 5
(2) Preparação e Propriedades de Materiais - Tecnologia de Crescimento de Cristais e Filmes Finos
- Estrutura e Propriedades de Sólidos
- Síntese e Processamento de Sólidos
(3) Caracterização de Materiais - Métodos de Caracterização 1: Difração e Microscopia Eletrônica
- Métodos de Caracterização 2: Métodos Espectroscópicos
. Grupo de Formação Tecnológica - Tecnologia de Crescimento de Cristais e Filmes Finos
- Tecnologia e Aplicações de Semicondutores
- Tecnologia e Aplicações de Supercondutores
- Desenvolvimento de Projeto 1
- Desenvolvimento de Projeto 2: Estágio Industrial
- Ótica Aplicada e Optoeletrônica
- Criogenia e Vácuo
- Desenho Técnico por Computador
- Sensores Cerâmicos, Poliméricos e Metálicos
- Tecnologia de Vidros
- Difusão em Sólidos
- Tecnologia, Ciência e Sociedade
- Introdução à Engenharia
- Ensaios não destrutivos
- Simulação de Materiais
- Resistência de Materiais
- Reciclagem de Materiais
- Estatística Tecnológica
. Grupo de Formação em Administração e Informação - Gestão da Produção e Qualidade
- Engenharia do Produto
- Engenharia e Segurança no Trabalho
- Economia Industrial
- Organização Industrial
- Ciências da Informação para Engenharia Física
. Grupo de Formação Humanista - Tecnologia, Ciência e Sociedade
- Introdução à Engenharia
- Português
- Sociologia da Indústria e do Trabalho
- Filosofia da Ciência
- Comunicação e Expressão
- Ciências do Ambiente para Engenharia Física
 
  

INCLUSÃO DE DISCIPLINAS QUE CONTEMPLEM A REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES RELACIONADAS COM PROJETOS ESPECIAIS A FIM DE GARANTIR A AQUISIÇÃO DE HABILIDADES RELATIVAS AO ENSINO, À PESQUISA E ÀQUELAS RELACIONADAS À FUTURA ATUAÇÃO PROFISSIONAL

Estaremos implantando três disciplinas que poderão dar ao aluno a oportunidade de realizar atividades acadêmicas, industriais e/ou sociais que enriquecerão profundamente a sua formação profissional. Estas disciplinas são:

(1) Desenvolvimento de Projeto 1

(2) Desenvolvimento de Projeto 2: Estágio Industrial

(3) Trabalho de Graduação

(4) Disciplinas eletivas, que poderá ser qualquer disciplina da UFSCar, de qualquer área, existente ou que venha a ser implantada

No caso de Desenvolvimento de Projeto 1, o objetivo será desenvolver um projeto técnico-científico a ser realizado em conjunto pelo aluno com um pesquisador cadastrado no Programa de Projetos Especiais (PPE), a ser criado no Departamento de Física. Este pesquisador poderá pertencer a qualquer unidade, acadêmica ou industrial, cadastrada no PPE. Esta disciplina fornecerá ao aluno uma oportunidade ímpar de ter contato com pesquisa básica e/ou tecnológica, freqüentando, se possível, laboratórios de pesquisa da universidade ou de outra instituição. Esta disciplina visa dar ao estudante uma experiência similar obtida por aqueles alunos que realizam trabalhos de Iniciação Científica.

A disciplina Desenvolvimento de Projeto 2: Estágio Industrial, seguindo o exemplo de programas de estágio que tem tido êxito, como o do Departamento de Engenharia de Materiais (DEMa) da UFSCar, visa oferecer ao aluno a oportunidade de adquirir experiência profissional direta, fora da Universidade e antes de se formar. Esta disciplina, assim como a Desenvolvimento de Projeto 1, será coordenada e gerenciada pelo Programa de Projetos Especiais, PPE. Nela, o aluno desenvolverá um projeto técnico-científico em conjunto com um pesquisador e por um profissional de uma indústria cadastrados no PPE. Esta experiência deverá fornecer ao aluno a oportunidade ímpar de ter contato com pesquisa básica e/ou tecnológica, freqüentando laboratórios/linhas de produção da universidade e da indústria onde desenvolverá o trabalho. Para essa disciplina será reservado um semestre, permitindo dessa forma que seja realizada em regime de tempo integral.
 
 A disciplina Trabalho de Graduação ....